Fazer um consórcio vale mesmo a pena?

O consórcio foi criado no Brasil em 1960 como um financiamento de compras de carros zeros, entretanto, hoje em dia é uma alternativa popular, bastante escolhida pela população que quer adquirir bens de valor alto.

O consorcio serve para imóveis, automóveis e coisas do tipo, geralmente muito interpretado pelas pessoas de que o consorcio é uma aplicação com retorno financeiro rápido, mas é fundamental estar atento, nem sempre as coisas funcionam dessa maneira!

Como o consórcio funciona?

O consórcio funciona da seguinte maneira, um grupo de pessoas físicas ou jurídicas, que juntos tem o mesmo intuito em si, de adquirir um bem ou serviço em comum. Necessariamente não precisam de imediato esse bem. Esse bem pode ser um veículo ou um imóvel, serviços médicos coisas do tipo, sendo assim, mensalmente o grupo do consórcio investe um valor.

São feitos os depósitos em dinheiro em uma conta, e com a acumulação do capital, periodicamente, algum dos integrantes recebe uma carta de crédito. Entretanto, essa pessoa tem o direito de adquirir seu bem, ou serviço, pelo qual investia seu dinheiro no consorcio! Porém para ser contemplado com o bem que investiu é através de um sorteio, que tem como base os números sorteados pela loteria federal!

Consórcio pode ser considerado um investimento?

Muitos enxergam o consorcio como um investimento, porém pode ser, e ao mesmo tempo não pode ser considerado, como um investimento, sendo que você ainda assim vai pagar o valor mais alto do que a vista e por conta das taxas de administração, porém, não deixa de ser um investimento pessoal, para realização de um sonho. É uma forma mais viável de se conseguir conquistar o que almeja! Porém o consorcio se torna um investimento ativo, quando você dá um lance alto em um imóvel, e consegue por meio da carta de habilitação para conseguir seus bens, sendo assim você o aluga, e tem uma renda, é uma forma rentável de empreendimento por meio do consorcio, é uma boa dica, porém, há imprevistos como tudo na vida, e nos investimentos!

Ponto positivo para as pessoas que não tem o hábito de economizar:

  • Uma das qualidades do consorcio é que a maioria das pessoas não tem o dinheiro para quitar a vista, e sendo assim optam pelas parcelas do consorcio, e alguns não tem a forma espontânea de economizar, sendo assim, fazendo o consorcio você será obrigado a ter que pagar as parcelas, e esse dinheiro está sendo investido, sendo que, geralmente tem suas taxas menores que a de um financiamento!

Ponto negativo para as pessoas impacientes:

  • O consorcio demora aproximadamente 5 anos, se o cotista não for premiado a esse tempo, talvez seria mais rentável juntar o dinheiro desse tempo todo, e investir com um lance extremamente maior,  caso o consorciado precise do veículo, do imóvel antes desse período, suas dores de cabeça podem aumentar!

Afinal, vale a pena?

Dependendo da sua condição financeira, se tiver a oportunidade de quitar, é melhor, porém, é um investimento mais rentável que financiamento, é uma forma segura, você vai obter seu produto, mas, para os impacientes é algo um tanto desesperador, o negócio é pagar as parcelas e esperar sua hora, não deixa de ser um bom negócio, isso é bastante pessoal, você tem que fazer planos, se planejar, são 5 anos, nesses 5 anos muitas coisas podem acontecer, de melhores ou de piores, entretanto seu investimento de alguma forma não será em vão!

Fazer um consórcio vale mesmo a pena?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *